Fale Conosco
Erro-404-HortecH

20Nov2018

Os 10 Erros Mais Comuns Em Desenvolvimento Web

Créditos: UpWork

Com um surto recente em direção à navegação móvel e novas opções interessantes de design, como a rolagem parallax, a web viu milhões de sites receberem melhorias nos últimos anos. Isso também levou a muitas escolhas ruins de design na web que impedem os consumidores de se conectarem totalmente com as marcas. De páginas iniciais pouco atraentes a conteúdo fraco, navegação deficiente e inúmeros erros, há várias coisas que o site médio pode melhorar.

Abaixo, você encontrará os dez principais erros mais comuns de design da web e como evitar que eles prejudiquem o engajamento geral de seu site.

1. NÃO DESENVOLVER UM PROJETO RESPONSIVO

Como mais de quarenta por cento das pesquisas modernas são realizadas em smartphones e tablets, ter um site que possa ser exibido corretamente nesses dispositivos é de suma importância para as empresas. No entanto, estimativas recentes mostram que menos de dezessete por cento dos 876 milhões de sites do mundo foram criados com o design responsivo da web. Desde que o Google introduziu uma atualização de pesquisa que penaliza sites não responsivos em pesquisas para dispositivos móveis, esse é um grande problema para quem gera leads on-line.

2. CONFIAR EM UM CONSTRUTOR DE WEBSITE GRATUITO

Várias empresas oferecem aplicativos de construção de sites "drag-and-drop" que permitem aos usuários lançar um novo site em minutos. O problema com esses tipos de serviços é que cada faceta de design adiciona dezenas de linhas ao código de back-end e torna o carregamento do site mais lento. Com o tempo, isso pode levar a sérios problemas de desempenho e incontáveis erros. Sem falar que muitas empresas registram seu domínio em seus próprios CNPJs e então, deterão os direitos daquele domínio. Ou seja, se você não quiser mais trabalhar com aquela empresa, perderá seu domínio.

Se as restrições orçamentárias forem um problema, considere adquirir sites de empresas que possam parcelar em várias vezes. Nós da HortecH temos soluções em até doze vezes sem juros!

3. ESQUECENDO SOBRE DESIGN DO SITE

Algumas empresas também são culpadas de ir completamente ao mar ou ignorando os elementos de design do seu site. Muitas personalizações podem levar aos mesmos problemas mencionados no tópico anterior, além de distrair o leitor do conteúdo real. Sites minimalistas com muito poucos recursos de design também podem ser um recurso para visitantes, portanto, encontrar um equilíbrio é essencial.

Esse mesmo conceito se aplica a fotos, vídeos, banners e outros tipos de gráficos também. Para a maioria dos sites, a página inteira deve ser projetada para direcionar o consumidor para uma ação favorável (aceitar, solicitar informações, fazer uma compra, etc.).

4. NÃO UTILIZAR CABEÇALHOS, CONTEÚDO E RODAPÉS

As pessoas geralmente assumem que as áreas de título, rodapés e barras laterais são projetadas exclusivamente para anúncios. No entanto, é um grande sinal vermelho quando uma página da web exibe um grande número de anúncios e banners, especialmente quando há pouco conteúdo para acompanhá-la. Essas áreas podem ser muito melhor utilizadas para navegação adicional no site.

Agora, isso não quer dizer que é errado colocar um banner no topo da página anunciando uma promoção especial. Isso significa apenas lembrar a importância do design e do equilíbrio em todo o site.

5. DEIXAR DE CAPTURAR AS INFORMAÇÕES DO CLIENTE

Embora alguns sites possam ter muitos canais de anúncios, outros domínios gastam horas incontáveis e dinheiro em publicidade direcionando os clientes para o site, mas não conseguem captar uma venda ou mesmo um lead. As probabilidades são fortemente contra o retorno do cliente perdido, o que significa que é necessário investir ainda mais em campanhas de redirecionamento ou outras estratégias para reconquistar o cliente. Algumas corporações gastam milhões por ano presas nesse ciclo vicioso sem realmente capturar as informações do consumidor.

Esse problema pode ser eliminado em grande parte pela criação de uma oferta de aceitação da página inicial que atrairá seus visitantes. Pode ser algo tão simples como um desconto imediato ou frete grátis em sites de varejo, enquanto outros podem querer oferecer um brinde atraente ou uma oferta de concurso.

6. CONTEÚDO DE QUALIDADE SUPERIOR

O critério de classificação número um para os mecanismos de pesquisa sempre foi a qualidade do conteúdo exibido nos sites. No entanto, os donos de domínios freqüentemente gastam milhares de dólares para construir um site elegante e bonito e, em seguida, tratam a escritura como uma reflexão tardia. Isso afeta muito mais do que os resultados de pesquisa, porque também é a maneira número um de envolver os visitantes e aumentar as taxas de conversão.

Para determinar se seu conteúdo é alto o suficiente em qualidade, não procure mais do que suas taxas de rejeição e cliques para os visitantes. Isso mostrará claramente se as pessoas estão visualizando várias páginas e realizando ações no site ou saindo rapidamente. Conclusão: ao criar um website, dê muita atenção ao seu conteúdo. Nós disponibilizamos gráficos e dados sobre o acesso de seu Site hospedado em nossos servidores. Fica muito mais fácil para gerenciar odo dinheiro gasto em divulgação do site.

7. INFORMAÇÕES ESSENCIAIS DIFÍCEIS DE SE ENCONTRAR

Outro erro comum de web design é dificultar a localização de informações essenciais. A página inicial deve ter links para informações como horário de funcionamento da loja, políticas de devolução, orientações, perguntas frequentes e detalhes de envio. Outros conteúdos visualizados frequentemente, como blogs e descrições de produtos, também devem ter seus próprios submenus na barra lateral quando um visitante chegar a essa seção específica. Uma barra de pesquisa também é uma ferramenta muito útil para colocar no cabeçalho do seu site, caso seja uma loja virtual ou um site de conteúdo literal, como Jornal ou Blog.

Ao criar o layout de navegação para um website, é essencial se concentrar nas perguntas / necessidades mais frequentes do consumidor e tornar essas páginas mais fáceis de encontrar. Em sites enormes, faz sentido criar páginas de categorias principais para navegação rápida, o que daria ao usuário uma breve descrição com um link para buscar informações adicionais.

8. MATER UM SITE DESATUALIZADO

Enquanto a era digital nos trouxe incríveis novos avanços tecnológicos, também abriu riscos de segurança cibernética. É por isso que manter os temas e plugins totalmente atualizados é essencial nos tempos modernos. Isso garante que todos os possíveis pontos de entrada sejam protegidos em seu domínio. A boa notícia é que o WordPress e muitas outras opções populares de sites podem ser atualizadas automaticamente, desde que estejam configuradas corretamente para isso.

Outra dica para uma sólida segurança de sites é instalar uma proteção em tempo real como Wordfence ou iThemes Security, além de uma opção CAPTCHA para impedir ataques automatizados. Além disso, insista que os usuários com acesso administrativo usem senhas seguras e as alterem periodicamente.

9. PÁGINAS "QUEBRADAS" OU NÃO OTIMIZADAS

Não há nada pior do que clicar em um link e ver "Página não encontrada", especialmente quando se trata de um produto ou página de destino. Em outros casos, a página ainda pode existir, mas não é exibida corretamente devido a um conflito de sites ou a um plug-in corrompido. Alguns sites também perdem possíveis conversões, negligenciando as descrições de seus produtos e deixando de fornecer informações suficientes. Qualquer um desses erros pode ter um grande impacto no resultado financeiro de uma empresa.

A única maneira de evitar esses problemas é ter os olhos ativamente no seu website, seja um engenheiro, um especialista em controle de qualidade ou um feedback direto dos clientes. Existem ferramentas que podem auxiliar na localização e solução de alguns desses problemas, mas ainda requer uma abordagem prática com um sistema para relatórios de erros e eliminação de problemas.

10. NÃO DAR ATENÇÃO À ANÁLISE DO SITE

Por fim, um erro crítico no design do website não é configurar corretamente a análise do site por meio das Ferramentas do Google para webmasters ou de um programa semelhante, ou não usar a análise depois que ela estiver instalada corretamente. A única maneira de medir com precisão o sucesso de um website é pesquisar os dados e ver como os visitantes navegam no site.

Isso permite que você aproveite rapidamente ferramentas que identificam páginas de baixo desempenho, analisam fluxos de conversão importantes e testam banners e promoções para melhorar as facetas mais fracas e encontrar a melhor opção. Os sites mais populares do mundo moderno estão constantemente testando, medindo resultados e otimizando um pouco mais. Essa é a única maneira de melhorar constantemente e aumentar a fidelidade do cliente.

Tags -
  • HTML,
  • Bootstrap,
  • Erro em Site,
  • Web Design,
  • Programação